Rua Marechal Deodoro 357 Canoinhas-SC
Canoinhas-SC | Fone 47 3622 4444
jornaldiariodoplanalto@gmail.com

Canoinhas é o segundo maior produtor de erva-mate de Santa Catarina, diz IBGE

Dados do ano passado compilados pela PAM mostram importância do setor para a cidade

Jmais
epagri_debate_indicacao_geografica_com_autoridades_nacionais_e_internacionais_20170807_1945182240.jpg
Divulgação/Epagri

Canoinhas é o segundo maior produtor de erva-mate de Santa Catarina. É o que aponta a Pesquisa Agrícola Municipal (PAM), feita pelo IBGE e divulgada na quinta-feira, 5. Além de mostrar dados sobre o valor da produção agrícola nos Estados, a Pesquisa também mostra os principais produtos gerados nos municípios. É o caso da produção de banana e maçã, por exemplo, que são destaques nacionais.

Com relação à erva-mate, Canoinhas, que teve produção de 13,6 mil toneladas no ano passado, ampliou a industrialização. Em 2018, Canoinhas quase quadruplicou a área destinada à colheita, passando de 519 hectares para 1.951 hectares. Já Chapecó, a líder do setor, triplicou o plantio, passando de 1 mil hectares para 2.729 hectares. Guatambú aumentou de 750 hectares para 1.533 hectares. Já Concórdia, líder em 2017, reduziu a produção pela metade, passando de de 8 mil para 4 mil toneladas.

 

A produção em Canoinhas foi superior aos anos de 2015 e 2016 (em 2017 uma mudança na aplicação conceitual do que é lavoura temporária e o que é extração não permite comparativo). Em 2015 foram produzidas 12.600 toneladas de erva-mate em Canoinhas, ao passo que em 2016 foram 10.890 toneladas. No ano passado foram 13.649 toneladas.

 

No total, Santa Catarina produziu 98 mil toneladas de erva-mate no ano passado, 14% dessa produção em Canoinhas. Dessa forma, Canoinhas está em segundo lugar entre os maiores produtores de erva-mate de Santa Catarina, perdendo somente para Chapecó (15.645 t).

 

Não à-toa, no entanto, perdeu o status de capital informal do mate para São Mateus do Sul, que no ano passado produziu 67 mil toneladas de erva-mate.


Sem título.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina