Rua Marechal Deodoro 357 Canoinhas-SC
Canoinhas-SC | Fone 47 3622 4444
jornaldiariodoplanalto@gmail.com

Falta de ajuda do Estado deixa alunos sem transporte

A medida foi anunciada pelo Prefeito Aldomir Roskamp em resposta ao não comprometimento do Estado na área da Educação em Monte Castelo

Assessoria

Na próxima semana a rede Estadual de Ensino vai abrir os portões de suas escolas para mais um ano levito. Porém, o acesso dos alunos, principalmente da zona rural, que depende unicamente de transporte para chegar até a escola, poderá sofrer sensível mudança.

Atualmente, tanto alunos da rede estadual como da rede municipal de ensino utilizam o mesmo veículo, garantindo o transporte escolar gratuito. Este deslocamento é pago principalmente pelo município, com uma mínima participação do Estado, o que levou o prefeito Aldomir Roskamp a tomar uma decisão difícil, mas prudente. “Este ano a Prefeitura de Monte Castelo não fará o transporte escolar dos alunos matriculados em escolas estaduais”, declarou o prefeito em reunião com os secretários. O transporte escolar para alunos matriculados na rede estadual não será franqueado em 2011, conforme expediente protocolado na Secretaria de Desenvolvimento Regional de Mafra, em dezembro, no qual alertava a situação da falta de parceria entre Estado e Município na área da educação. “Vamos assegurar e melhorar o transporte dos alunos da rede municipal de ensino, que é nosso primeiro dever”, concluiu Roskamp.

Segundo o ex-secretário da Educação, Valdecir Pinheiro, o ano de 2010 foi uma verdadeira ginástica e o transporte da rede estadual de ensino, só não foi interrompido por uma questão ética e social, para não prejudicar o desenvolvimento dos alunos. Segundo Pinheiro o custo por quilômetro para fazer o transporte escolar é de aproximadamente R$ 4 e o repasse do Estado é de apenas R$ 0,85, onerando consideravelmente os recursos municipais. “Nós não podemos fazer mágica!”, completou Pinheiro, indignado.

Nos próximos dias o prefeito Roskamp deve fazer a sua nomeação para que alguém assuma a Secretaria da Educação.

Com isso, os pais dos alunos que dependem do transporte escolar estão preocupados e aguardam uma solução, antes do início das aulas, para que seus filhos não sejam prejudicados.




Sem título.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina