Rua Marechal Deodoro 357 Canoinhas-SC
Canoinhas-SC | Fone 47 3622 4444
jornaldiariodoplanalto@gmail.com

Canoinhas recebe audiência para debater valorização de ferrovias no Planalto Norte

Concessionária ALL procura deputado Aguiar e se compromete com a recuperação da Ferrovia do Contestado, a partir de janeiro do próximo ano

Assessoria
Aguiar

 Antes mesmo da audiência pública convocada pela Comissão de Transportes da Assembleia, para 10h de hoje, na Câmara Municipal de Canoinhas, o deputado Antonio Aguiar (PMDB) recebeu a informação que a concessionária ALL pretende recuperar os trechos de Mafra a Porto União, e deste município até Passo Fundo, incluindo o restante do percurso catarinense da Ferrovia do Contestado até o final de 2016. O compromisso foi assumido pela gerente de relações institucionais e patrimônio Renata Trevisan, que procurou Aguiar para prestar esclarecimentos sobre o plano de recuperação de ramais desenvolvidos pela América Latina Logística. 

A representante da ALL assegurou que o trecho Porto União – Passo Fundo, incluindo o percurso pelo meio-oeste catarinense, até Piratuba, deve ser recuperado a partir de janeiro do próximo ano. E que o percurso desde Mafra até Porto União terá obras de recuperação a partir de 2015. São compromissos assumidos com o governo federal, por meio da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), relacionados ao contrato de concessão da malha ferroviária. A ALL é responsável por mais de 13 mil quilômetros da malha ferroviária e Aguiar vem criticando o total abandono da Ferrovia do Contestado: “Chegaram a retirar trilhos bons do trecho entre Mafra e Porto União, está tudo documentado”, disse o deputado à representante da empresa. “Desmancharam vagões, o patrimônio está abandonado”, completou. 

?A decisão da ALL de recuperar a ferrovia, prevista no contrato de concessão, amenizou as críticas. A empresa alega que a ferrovia é antiga e tem capacidade limitada para o transporte de carga. “A vocação ideal seria turística”, disse Renata Trevisan. Aguiar, no entanto, acha que o ramal ainda pode ter destino econômico, e sugere a revisão da bitola de trilhos e reforço do berço da ferrovia. Ele defende a integração do ramal ao projeto da ferrovia Leste-Oeste, ou “Ferrovia do Frango”, ainda em projeto. Mas a representante da ALL pondera que aquele é um projeto de outra concessionária, a EPL, e que haverá dificuldade de integrar uma ferrovia moderna com outra antiga. 

AUDIÊNCIAS  

 

Programada para 10h de hoje, a audiência em Canoinhas tem por proposta o aproveitamento da Ferrovia do Contestado como parte da futura ligação do Oeste ao litoral, até o porto de São Francisco do Sul. Aguiar defende, também, a implantação de ramais litorâneos, viabilizando acessos para os portos de Itapoá e Itajaí. E a interligação ferroviária com ligações entre o centro-oeste e o sul do país, para viabilizar o abastecimento de grãos para as agroindústrias e seus integrados. Outra audiência está programada para a tarde desta sexta-feira, a partir de 17h, em Mafra, também com a proposta de debater a valorização das ferrovias regionais. 

 

? 

Imagens




Sem título.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina