Rua Marechal Deodoro 357 Canoinhas-SC
Canoinhas-SC | Fone 47 3622 4444
jornaldiariodoplanalto@gmail.com

Reclamações do Pronto Atendimento Municipal

A redação do Jornal Diário do Planalto recebeu várias reclamações sobre o Pronto Atendimento Municipal de Canoinhas. Uma das reclamações relata um caso grave.

DP
O médico solicitou ao morador que ele levasse sua mãe para casa e na segunda - feira a encaminhasse

 Canoinhas - A redação do Jornal Diário do Planalto recebeu várias reclamações sobre o Pronto Atendimento Municipal de Canoinhas. Uma das reclamações relata um caso grave.

Um morador do município – que não quis se identificar – relatou à redação, que no sábado pelas 8h30 levou sua mãe de 78 anos até o P.A e foi atendido somente às 9h45. “Tinha muita gente esperando passando mal, eles faziam a ficha e sumiam, sem dar explicações”, relata. Segundo ele, quando finalmente sua mãe foi atendida, o médico a diagnosticou a senhora apenas pelo o que ela relatou e solicitou um raio-x a pedido da família. “Ele nem tocou na minha mãe, e pediu o raio-x porque nós falamos para ele. Foi apenas cinco minutos de consulta”, afirma. 
O morador ainda conta que o médico que atendeu solicitou que ele levasse sua mãe para casa e que na segunda - feira a encaminhasse para a Policlínica para a realização de alguns exames. Ao sair do P.A indignado com a situação, o morador encontrou um médico do município que estaria realizando as suas visitas rotineiras no Hospital. Ele relatou ao médico a situação de sua mãe e imediatamente e este médico observou pelos sintomas a gravidade do caso e a encaminhou a outro médico que prestava atendimento no momento no Hospital. 
A senhora ficou quatro dias internada em tratamento e hoje passa bem. Porém, seu filho procurou a Secretaria de Saúde e registrou uma reclamação que será analisada pelos órgãos responsáveis.
A secretária de saúde de Canoinhas, Telma Bley, não quis se pronunciar sobre o assunto, pois segundo ela, antes de tudo, deve conhecer e estudar o caso. Ela afirmou também, que toda pessoa que se sente lesada deve procurar a Secretaria e fazer sua reclamação ou o Ministério Público.

Imagens




Sem título.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina