Rua Marechal Deodoro 357 Canoinhas-SC
Canoinhas-SC | Fone 47 3622 4444
jornaldiariodoplanalto@gmail.com

Desorganização: a situação da Saúde na região

A redação buscou dados junto às Secretarias Municipais de Saúde, mas apenas obteve êxito com o município de Papanduva

Fábio Rodrigues e Suzana Nogueira

 

Mesmo com todo o apoio do governo estadual e federal, o sistema de saúde nos municípios da região do Planalto Norte está completamente desorganizado.

 

A equipe do Diário do Planalto testemunhou um exemplo típico da situação.

Enquanto a redação do jornal procurava dados para acrescentar à matéria, muitas secretarias de saúde não correspondiam à expectativa e prontidão que a equipe precisava. Dados básicos sobre a quantidade de portadores de algumas doenças, segundo essas secretarias, ainda precisavam ser levantados. Nem valores aproximados, tampouco dados corretos e confiáveis.

A desorganização se mostra ainda maior pelo fato de existirem tantos programas para armazenagem de dados. Com isso, as informações ficam dispersas e desencontradas.

O município que cedeu mais informações foi Papanduva, porém o sistema de divisão em unidades não permite o valor total de pacientes com hipertensão e diabetes. De Major Vieira esperamos retorno via e-mail e até o fechamento desta edição não recebemos resposta. Três Barras colaborou apenas com o número aproximado de pacientes com Aids e Hepatite. Em Monte Castelo entramos em contato com as três unidades que cobrem o município, mas até mesmo com a unidade central não obtivemos êxito. Já em Bela Vista do Toldo ninguém atendeu ao telefone.

Em Canoinhas, o jornal Diário do Planalto vem enfrentando dificuldades para entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde desde novembro do ano passado. Com o intuito de produzir matérias especiais sobre saúde, tentamos entrar em contato com a secretária de Saúde, Telma Regina Bley, no entanto apenas conseguimos falar com a recepção da Secretaria. Tantas vezes deixamos recados e aguardamos retorno, mas não conseguimos nenhum tipo de declaração, tampouco conseguimos marcar entrevistas.

Como uma alternativa, a equipe do Diário do Planalto buscou a Gerência Regional de Saúde que deveria ter em mãos alguns dados necessários. No entanto, segundo as funcionárias, nem todas as informações dos municípios passam pela Gerência, pois as unidades de saúde trabalham com diferentes sistemas e o cadastro de pacientes não acontece em alguns casos.

Ficamos, por tanto, com as declarações da Apoca e pelos dados obtidos de Papanduva e Três Barras.

O Jornal Diário do Planalto lamenta a situação do setor na região, pois não há controle de dados e centralização de informações.

 

Imagens



Sem título.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina